A convite da Porto Business School, estive ontem presente enquanto orador no Seminário “Controlo de Gestão e Criatividade”.

O tema em debate foi o Controlo de Gestão enquanto limitador ou ferramenta de promoção da criatividade e sucesso, um assunto cada vez mais relevante numa época em que a velocidade do dia-a-dia exige organização por parte dos profissionais envolvidos na gestão de projetos e empresas.

Foram também convidados Francisca Carneiro Fernandes, Presidente do Conselho de Administração do Teatro Nacional de São João e Nuno Silva, Director do Gabinete de Gestão de Tecnologia da EFACEC.

Ao longo da minha apresentação optei por transmitir uma imagem de confiança e de que “pensando fora da caixa” é possível fazer diferente e evoluir, utilizando o controlo de gestão como ferramenta promotora da criatividade.

A título de exemplo, recordei a experiência da minha primeira empresa, em que tentava vender ferramentas de promoção, como websites, que eram descartadas pelos empresários, que não lhes reconheciam valor. O panorama mudou com a crise económica e as empresas “agarraram-se” ao Marketing. Infelizmente, para muitos, já era tarde demais.

O evento terminou com um debate, em que foram colocadas várias questões relacionadas com a co-existência de departamentos como o design e a engenharia, mas que terminou com a ideia de que essas áreas podem facilmente existir dentro da mesma estrutura.

O evento, que considero ter sido bastante enriquecedor para todas as partes, decorreu no âmbito da Pós-Graduação em Controlo de Gestão e Avaliação de Performance, e foi primeiro de um ciclo de Seminários sobre Controlo de Gestão, dedicados à discussão das Tendências do Futuro da área.

A Pós-Graduação em Controlo de Gestão e Avaliação de Performance é dirigida a profissionais ligados às áreas financeira e controlo de gestão em organizações de várias dimensões e segmentos de mercado.